Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Tuesday, January 25, 2011

alfazema



" Vem por aqui "
dizem-me alguns com os olhos doces
estendendo-me os braços , e seguros
de que seria bom que eu
os ouvisse
Quando me dizem ... vem por aqui
!


Eu olho-os com olhos lassos,
(Há , nos olhos meus , ironias e cansaços)
E cruzo os braços ,
E nunca vou por ali ...

Não, não vou por aí
!

Só vou por onde me levam meus próprios passos ...
/


Como , pois sereis vós
Que me dareis impulsos , ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos
?
...
Corre, nas vossas veias , sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil
!

Eu amo o Longe e a Miragem ,
Amo os abismos , as torrentes , os desertos...
/


Ah, que ninguém me dê piedosas intenções !
Ninguém me peça definições
!

Ninguém me diga ... vem por aqui
!

A minha vida é um vendaval que se soltou .
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou ,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí
!



José Régio

3 comments:

Rua Sem Dono said...

Cor Da Flor

Que todos os teus mais doces e terríveis temporais possam sempre te trazer depois tua melhor e mais
deliciosa ressaca.

Lilá(s) said...

Estou na fase de "não sei para onde vou" mas parece-me que vou por aí....
Bjs

Cláudio said...

José Régio deixou pouca coisa escrita, mas o que deixou é de uma grandeza imensa. Obrigado por me relembrar o que há muito não lia.

E adoro esta cor :)