Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Saturday, September 15, 2012

Violetas






















A
felicidade   sentava - se  todos   os  dias
no   peitoril  da   janela  .

Tinha   feições   de   menino  inconsolável.
Um   menino   impúbere ,
ainda  sem   amor   para   niguém ,
gostando  apenas   de  demorar   as  nãos
ou   de  roçar   lentamente   o   cabelo
pelas   faces   humanas .

E   como   menino   que   era ,
achava  um   grande   mistério  no   seu
próprio   nome .


Jorge  de   Sena

4 comments:

Andradarte said...

Muito belo esse poema....
BFS
Beijo

Sonhadora (RosaMaria) said...

Minha querida

Um poema muito belo e doce, como sempre escolhas perfeitas.

Deixo um beijinho com carinho e agradeço a tua presença no aniversário do meu blogue.

Sonhadora

Nilson Barcelli said...

Grande poeta...
Um beijo meu, querida amiga Maria.

Mari Rehermann said...

Lindo poema!!!

Beijinhos!!♥