Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Friday, May 04, 2012

Alfazema















Quem? O infinito ?


Diz-lhe que entre .
Faz bem ao infinito
estar entre gente .


 Uma esmola?
 Coxeia?
Ao que ele chegou !
Podes dar-lhe a bengala
que era do avô.
 Dinheiro?
Isso não!
Já sei , pobrezinho ,
que em vez de pão
ia comprar vinho . . .
Teima ?
Que topete !
Quem se julga ele
se um tigre acabou
nesta sala em tapete ?
Para ir ver a mãe ?
Essa é muito forte !
Ele não tem mãe
e não é do Norte . . .
Vítima de quê ?


O dito está dito.


Se não tinha estofo ,
quem o mandou ser
infinito ?


Alexandre O’Neill

10 comments:

Lilá(s) said...

Quero sentir-me olhando um infinito assim...
Bjs

São said...

Para quê um infinito, quando se pode contemplar uma beleza destas...

Um forte abraço, Maria

Smareis said...

Quanta beleza nessa imagem, alma até sossega com a visão.
Adorei a postagem!

Beijos grandes!

Amapola said...

Boa tarde, querida amiga.

Que poema forte e lindo!
Eu amo o "lilás". Ele sacia o azul e o rosa.

(Muito obrigada!).

Que a sua semana seja repleta de paz, saúde e alegrias.

Beijos.

Nilson Barcelli said...

Magnífica escolha poética.
Gosto muito deste poema do Alexandre O'Neil.
Maria, querida amiga, tem uma boa semana.
Beijo.

ONG ALERTA said...

Infinito para sempre....beijo Lisette.

Evanir said...

Quanta saudades do seu blog!!!
Esta cada dia mai difícil pra mim conseguir visitar meus amores.
E vcs que faz a razão do meu blog continuar.
E vcs que me esperança e vontade de lutar.
Luta e vencer todo esse cansaço e esta longa espera.
Uma feliz semana beijos no coração.
Evanir.

Sonhadora said...

Desculpe entrar assim, mas passei e gostei, resolvi seguir para voltar.

Um beijinho
Sonhadora

Marilu said...

Querida amiga,
Mãe
Teus braços sempre se abrem quando teu filho precisa de um abraço.
Teu coração sabe compreender quando teu filho precisa uma amiga.
Teus olhos sensíveis se endurecem quando eles precisam uma lição.
Tua força e teu amor os guiaram pela vida e lhe deram as asas para
que eles pudessem voar.
Feliz Dias das Mães. Beijocas

Mari Rehermann said...

Amo violeta...
Adoro muito aqui!!

Beijinhos!!♥