Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Friday, November 25, 2011

violetas





















Fernando  Pessoa   inventava   amigos   porque
[ assim   dizia  ]
não  tinha  amigos  verdadeiros .

Nós   não   criamos   amigos   porque   os   temos
reais ,  concretos  e
banais .

Mas   inventamos   o   amigo   no   amigo ,
o   amado   no   amado ,
e   sobre   essas   ficcões   fazemos   versos .

Todo   aquele   com   quem   algo   dividimos ,
é   para   nós   só   o   que   dele   supomos
ou   sonhamos ]
ou   o   que   nele    vemos   e   amamos .

De   como   o   fingimento   é    para   todos ,
uma    arte   involuntária  !


Luisa   Freire

7 comments:

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa said...

Cada um de nós vê apenas e tão somente o que quer ver. Cada um olha e vê com os olhos da sua alma.
Um abraço.

Rua Sem Dono said...

Cor da Flor!

Precisamos desesperadamente amar e sermos amados e por isso mascaramos todos os defeitos de nossos supostos amigos, mas quando nem a farsa consegue disfarçar a medíocre condição humana, a dor do erro só a nós cabe senti-la e como irremediavelmente dói!

Beijos

BlueShell said...

Nunca tinha pensado niso assim...mas de fato...inventamos ...porque queremos mais do que a realidade nos dá, será?

São said...

Inventamos? Será?

A flor é linda.

Um abraço lilás, Maria

Nilson Barcelli said...

Fingimos muitas coisas, de facto.
Um belo poema, gostei.
Beijos, querida amiga.

Lilá(s) said...

Acabei de fazer uma maldade...não resisiti e roubei-te a imagem para os meus arquivos...que linda!
Beijinhos

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa said...

Vim ver se havia nova popstagem.
Deixo-lhe um beijinho.