Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Friday, November 04, 2011

Alfazema






















No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar . . .


um estribilho antigo ,
um carinho no momento preciso ,
o folhear de um livro de poemas ,
o cheiro que tinha um dia  ,   o próprio vento ...



Mario Quintana

9 comments:

AC said...

Doces rumores que encontram sempre eco...

Beijo :)

São said...

gostei muito

E lá a espero durante este fim se semana, Maria

Bom repouso.

Noslen ed azuos said...

tão lindo pensar este de Quintana!

bjs
ns

Nilson Barcelli said...

Há coisas leves que ficam coladas a nós durante toda a vida...
Querida amiga Maria, tem um bom Domingo e uma boa semana.
Beijos.

Lilá(s) said...

Quintana é requintado no pensar!
Bjs

Mariazita said...

Lindos pensamentos de Mário Quintana.
E deixou-nos muitos, felizmente.

Uma semana linda. Beijinhos

Viviana said...

Olá, Maria!

Hoje descobri que é Maria.
Creio que não me levará a mal que a trate assim, pois não?

Posso constatar que tudo continua bonito e suave, por aqui.
A imagem dessa criança é de uma enorme beleza. Impressiona.
Desejo-lhe uma excelente semana
O meu abraço
viviana

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa said...

Minha Querida:
É fantástico pensar que as coisas mais leves são aquelas que o vento nunca há-de levar.
Um abraço.

Atitude do pensar said...

E não são nessas coisas que residem as melhores - em parte - da vida?