Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Saturday, October 16, 2010

Violetas .





















*
Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.

há que sentar-se na beira
do poço da sombra ,
e

pescar luz caída
com paciência.


Pablo Neruda

6 comments:

AC said...

Como eu gosto de Neruda!

Beijo :)

Marilu said...

Querida amiga, com paciência e amor, sempre conseguimos pescar essa luz. Lindo. Tenha uma excelente semana. Beijocas

Beatriz Prestes said...

Poesia pura...tênue...invadindo!!
Beijo amiga tão querida
Bea

Lilá(s) said...

Na zona onde moro existem vários monumentos em homenagem a Neruda, figura que me é bem simpática.
Bjs

ONG ALERTA said...

Sábio...beijo Lisette.

Nilson Barcelli said...

Escrever assim é obra.
Querida Maria, obrigado pela partilha. Não conhecia este poema.
Beijo.