Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Saturday, July 31, 2010

Violetas


/
És um passaro , digo
És um pássaro

com penas
cintilantes
dos teus olhos

As tuas asas
de pétalas

tecidas com a luz
das penas
das asas que te crescem

Poisar um pouco
nos parapeitos
da memória

antes de recomeçar
o voo
de regresso a casa

Com as nossas asas
lúcidas ...
translúcidas e pálidas

Deixa-me voar
por cima do teu
colo

até ir poisar
na tua alma .

*
*
Maria Teresa Horta

9 comments:

Noslen ed azuos said...

lindo poema, pousou na alma.

bjs
ns

Marilu said...

Querida amiga, entrar no teu blog na sinto o cheiro da alfazema...lindo poema..Tenha um lindo final de semana...Beijocas

Lilá(s) said...

lINDO O POEMA DE HOJE! quem sabe pousará também na minha alma...
Bjs

Renata de Aragão Lopes said...

Suave...

Beijo,
Doce de Lira

paulo said...

Querida Amiga ,
poisar na tua alma .
Privilégio seria

beijos

poetaeusou . . . said...

*
que bela escolha
grato pela partilha !
,
como é possível perder-te
sem nunca te ter achado
minha raiva de ternura
meu ódio de conhecer-te
minha alegria profunda !
,
In-maria teresa horta,
,
brisas serenas,
,
*

Viviana said...

Olá!

Sempre lindinho...este cantinho.

O poema é muito belo.

Peço desculpa por a minha ausência aqui há algum tempo, mas acontece que por circunstâncias várias, não tenho podido visitar os blogues amigos.

Ainda será assim talvez mais umas semanas.

Mas é sempre um prazer vir, e estar aqui.

Beijos

viviana

A.S. said...

Maria Teresa Horta tem o talento dos génios!
Adorei esse doce e audacioso voo!


BeijOOO
AL

Mariana said...

Poema lindo.
Violetas e pássaros sempre me encantam.
Adorei o visual e a cor do teu blog.