Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Friday, July 02, 2010

Alfazema .





Ponho-me a escrever teu nome
com letras de macarrão .
No prato, a sopa esfria , cheia de escamas
e debruçadas na mesa todos completam
esse romântico trabalho.

Desgraçadamente falta uma letra ,
uma letra somente
para acabar teu nome
!

Está sonhando ? Olhe que a sopa esfria !
Eu estava sonhando...
E há em todas as consciências um cartaz amarelo ...

_" Neste país é proibido sonhar." _

Carlos Drummond de Andrade

11 comments:

Marilu said...

Querida amiga, muitas vezes nos falta a letra para completar algo, mas tempo que continuar a procurá-la...Beijocas

AC said...

Creio que este poema foi escrito na altura da ditadura brasileira, mas bem se poderia aplicar aos tempos que vivemos.

Beijo

~*Rebeca e Jota Cê*~ said...

Maria,

Enquanto a sopa esfria os sonhos aumentam.

----------------------

Alexa Meade pinta pessoas e objetos de uma forma real e transformada. Para entender melhor, só vendo e depois diga se não é uma coisa diferente de tudo aquilo que você já viu.

'Ao invés de pintar um quadro de representação em uma tela plana, Meade pinta a imagem de sua representação diretamente em cima de seus súditos tridimensional. O tema e sua representação se tornam uma mesma coisa. Essencialmente, sua arte imita a vida em cima da vida.'

Espero que goste:

http://www.flickr.com/photos/alexameade

Beijo imenso, menina linda.

~*Rebeca*~

-

Lilá(s) said...

Muito actual sem duvida mas, mesmo assim, eu insisto em sonhar...enquanto conseguir.
Bjs

Barbara said...

Um vazio...sempre há.

Elaine Barnes said...

Drumond era um gênio mesmo,a sacada de que sempre falta alguma coisa para o sonho se realizar...Nossa! Amei! Montão de bjs e abraços

~*Rebeca e Jota Cê*~ said...

Maria do meu coração,

Ler suas palavras sempre faz bem para minha alma.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca


-

Carlos Ramos said...

Parabens pelo bom gosto da selecção dos poemas, pela divulgação desse bem essencial que é a palavra. Agradeço também o ter-me visitado. Obrigado.

Em@ said...

gosto de Drummond e muitos dos seus textos escritos há mais tempo continuam actualíssimos. O mesmo aconteceu com o nosso Eça de Queiroz (embora este fosse muito mais velho:).

Beatriz Prestes said...

Poesia com a mais forte eloquência!
Lindo minha amiga querida
Beijo carinhoso
Bea

Marilu said...

Tenha um lindo final de semana...Beijocas