Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Tuesday, May 31, 2011

Alfazema


















Deito - me  tarde
Espero  por  uma especie de silêncio
que nunca  chega  cedo
Espero a atenção a concentração da hora tardia
Ardente e nua .
É então que os espelhos acendem o seu segundo brilho
é então que se vê o desenho do vazio
É então que se vê subitamente
a nossa  mão  poisada sobre a mesa .

É então que se vê passar o silêncio

Navegação antiquíssima e solene .



Sofia de Mello Breyner

Friday, May 27, 2011

Violetas





Se tanto me dói que as coisas passem ,
é porque cada instante em mim foi vivo
na luta por um bem definitivo ,
em que as coisas de amor se eternizassem .




Sofia de Mello Breyner

Friday, May 20, 2011

Alfazema


Andei pelos caminhos da Vida ,
Caminhei pelas ruas do Destino procurando meu signo .
Bati na porta da Fortuna ,
mandou dizer que não estava.
Bati na porta da Fama ,
falou que não podia atender .
Procurei na casa da Felicidade ,
a vizinha da frente me informou
que ela tinha mudado
sem deixar novo endereço .
Procurei a porta da Fortaleza .
Ela me fez entrar ...
deu-me veste nova ,
perfumou-me os cabelos ,
fez me beber de seu vinho.

Acertei meu caminho.



Cora   Coralina

Thursday, May 12, 2011

Violetas







Nunca compreendi
a caixa de costura.
Testemunha muda
de tardes e gerações ,
poder  feminino sobre o útil  .
No  fundo dos carrinhos e dos dedais ,
devia haver
a esperança.


Pedro Mexia

Thursday, May 05, 2011

Alfazema


Sou uma filha da natureza ...
quero pegar , sentir , tocar , ser .
E tudo isso já faz parte de um todo ,
de um mistério .
Sou uma só... Sou um ser.
E deixo que você seja.
Isso lhe assusta?
Creio que sim.


Mas vale a pena
Mesmo que doa . . .
 Dói só no começo.




Clarice Lispector