Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Thursday, July 21, 2011

Alfazema



















Eu queria escrever-te uma carta
amor ,
uma carta que dissesse
deste anseio de te ver ,
deste receio de te perder ,
deste mais que bem querer que sinto
deste mal indefinido que me persegue
desta saudade a que vivo todo entregue . . .
Eu queria escrever-te uma carta
amor,
uma carta de confidências íntimas,
uma carta de lembranças de ti ,
de ti ...
dos teus lábios vermelhos como tacula
dos teus cabelos negros como dilôa
dos teus olhos doces como macongue
dos teus seios duros como maboque
do teu andar de onça
e dos teus carinhos
que maiores não encontrei por aí . . .
Eu queria escrever-te uma carta
amor ,
que recordasse nossos dias na capôpa
nossas noites perdidas no capim
que recordasse a sombra que nos caía dos jambos
o luar que se coava das palmeiras sem fim
que recordasse a loucura da nossa paixão
e a amargura da nossa separação.
Eu queria escrever-te uma carta
amor ,
que a não lesses sem suspirar ,
que a escondesses de papai Bombo
que a sonegasses a mamãe Kiesa .
que a relesses sem a frieza do esquecimento .
uma carta que em todo o Kilombo
outra a ela não tivesse merecimento . . .
Eu queria escrever-te uma carta
amor ,
uma carta que ta levasse o vento que passa
uma carta que os cajus e cafeeiros , que as hienas e palancas , que os jacarés e bagares
pudessem entender
para que se o vento a perdesse no caminho , os bichos e plantas compadecidos do nosso pungente sofrer,
de canto em canto
de lamento em lamento
de farfalhar em farfalhar ,
te levassem puras e quentes , as palavras ardentes , as palavras magoadas
da minha carta
que eu queria escrever-te amor .
Eu queria escrever-te uma carta . . .
Mas , ah , meu amor , eu não sei compreender por que é , porque é , meu bem
que tu não sabes ler ,
e
eu , oh , desespero , não sei escrever , também !



António Jacinto

10 comments:

Luis Filipe Gomes said...

Tão bonito!

Beatriz Prestes said...

Que beleza de poema!!!
Teu blog é um presente!
Beijo com carinho querida
Bea

paulo said...

Eu sei ler e escrever.... mas não sei escrever uma carta tão linda
como essa....


Beijos

Lilá(s) said...

Escrever uma carta assim não sei!!!mas digo-te que todos os dias aqui na Escocia reparo nas coroas de alfazema que as pessoas colocam nas portas! tal como a da tua imagem!
Bjs

N. Barcelli said...

Nem todas as cartas de amor são ridículas...
É um belo poema, gostei.
Beijo, querida Maria.

Evanir said...

A esperança e a alegria de viver esta
nos atos de amor que praticamos.
Quero viajar todos os dias semeando
a paz no coração dos amigos (as)ser
apreciada por minha presença.
Quero jogar flores por onde
eu passar.
E em silêncio deixar a palavra
mais bonita.
(Creia em Deus porque viver é fantástico.)
Um beijo na alma e no coração com carinho,,Evanir,

。♥ Smareis ♥。 said...

Adoro carta de amor. Acho tão romântico receber cartas de amor. Parabéns por essa linda carta. Adorei.Deixo um beijo e ótimo fim de semana.Smareis

Mariazita said...

Olá, Maria
Que carta tão bonita!
E quanto amor contido nessas palavras!
ADOREI!

Bom restinho de semana. Beijinhos

。♥ Smareis ♥。 said...

Essa carta de amor é linda.Um beijo e ótimo fim de semana. Smareis

N. Barcelli said...

Querida amiga Maria, tem um bom fim de semana.
Beijo.