Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Friday, July 08, 2011

Alfazema
























Não 
há , duas folhas iguais em toda a criação.
Ou nervura a menos , ou célula a mais , não há , de certeza , duas folhas iguais.
Limbo todas têm , que é próprio das folhas.
Pecíolo algumas , bainha nem todas.
Umas são fendidas , crenadas , lobadas , inteiras , partidas ,
 singelas  ,  dobradas.
Outras acerosas , redondas , agudas , macias , viscosas , fibrosas , carnudas.
Nas formas presentes , nos actos distantes , mesmo semelhantes são sempre diferentes.


Umas vão e caem no charco cinzento  , e lançam apelos nas ondas que fazem.
Outras vão e jazem sem mais movimento .
Mas outras não jazem , nem caem , nem gritam ... apenas volitam nas dobras do vento.
É dessas que eu sou .!




António   Gedeão

6 comments:

Atitude do pensar said...

Iguais e diferentes. Pois temos características da essência humana, mas singularidades também...

AC said...

Maria,
A postura de Gedeão perante as coisas é qualquer coisa de referencial. Apesar do carácter técnico do seu trabalho, maravilha-se sempre com o que o circundava...

Beijo :)

Lilá(s) said...

Já várias vezes te disse que António Gedeão é um dos meus preferidos...agora ainda não te contei é da sensação agradável quando aqui entro e oiço a passarada! parece o som do meu jardim! o espaço que é a minha terapia mas do qual não posso usufruir todos os dias, então quando a saudade aperta venho até aqui...
Beijinhos

N. Barcelli said...

Nós somos como as folhas...
A tua escolha é muito boa. Obrigado, não conhecia este excelente poema do autor.
Querida amiga Maria, tem um bom Domingo.
Beijo.

Smareis said...

Eu as vezes me sinto como uma folha meia colorida. Um beijo e ótima semana.

Mariazita said...

Uma linda lição de botânica esta que nos dá António Gedeão (de quem sou fã) para nos mostrar as semelhanças e desigualdades que nos unem e/ou nos separam.
Lindo!

Boa semana. Beijinho GRANDE.