Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Saturday, February 16, 2013

Violetas

 

A minha alma fugiu pela Torre Eiffel acima ,
_ a verdade é esta , não nos criemos mais ilusões _
Fugiu , mas foi apanhada pela antena da t. s. f. ,
que a transmitiu pelo infinito , em ondas hertzianas . . .

Em todo o caso , que belo fim para a minha Alma ! . . .




Mário de Sá Carneiro 

8 comments:

São said...

A alma dele teve um melhor fim do que ele mesmo...


Bom domingo, Maria

AC said...

Comungar deveria ser assim: abraçar o universo.

Beijo :)

Luis Filipe Gomes said...

Foi o meu primeiro poeta. Comprei a poesia devia ter uns 13 anos e foi um enorme esforço financeiro.
O meu pai faleceu na quinta onde ele passou parte da meninice.

Como vês continuamos a comunicar sem que disso tenhamos consciência. A TSF e outras formas de comunicação acontecem independentemente da consciência.

Emília Pinto e Hermínia Lopes said...

A nossa alma voa...é livre e vai para onde quert; algumas vezes porém o seu voo é interrompido e lá volta ela ao seu casulo; mas...na sua inteira liberdade quando quiser, do alto de uma torre de uma montanha ou simplesmente do chão la´vai ela de novo. Devemos sempre conservar a nossa alma livre de amarras...só se deixarmos ela ficará presa. Um beijinho e uma boa semana
Emília

Lilá(s) said...

Era assim a sua inadaptação ao mundo, mas escolheu um bom local para a sua alma!
Bjs

poetaeusou . . . said...

*
amiga
,
Mário de Sá-Carneiro,
e a Sua Cidade Luz,
como é Cosmopolita
a tua escolha !
,
luzente conchinha,
fica,
*

Nilson Barcelli said...

O Mário de Sá carneiro devia ser vaidoso... Confesso que não me lembro, ainda que no meu tempo de escola fosse um poeta mais ou menos obrigatório.
Um beijo, minha querida amiga.

ALUISIO CAVALCANTE JR said...

Querida amiga

Há visitas aos lugares amigos,
para recolher palavras.
Há visitas a estes mesmos lugares
Para semear palavras.
A visita de hoje além da leitura
das preciosas palavras que aqui encontro,
é também para agradecer
a alegria de passar pela sua vida
e encontrar o perfume da amizade
de forma tão intensa.

Que a sede da alegria
Nunca cesse em ti.