Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Friday, January 27, 2012

Violetas






















Quero
dizer-te uma coisa simples.
A tua ausência dói-me.
Refiro-me a essa dor que não magoa , que se limita à alma .
Mas que não deixa , por isso, de deixar alguns sinais ,
 no lugar da tua imagem ,
e
um vazio nas mãos , como se as tuas mãos lhes tivessem
 roubado o tacto .
São
estas as formas do amor , podia dizer-te , e acrescentar que ...
as coisas simples também podem ser complicadas ,
quando nos damos conta da diferença entre o sonho e a realidade .
Porém , é o sonho que me traz a tua memória ,
e
a realidade aproxima-me de ti , agora que
os dias correm mais depressa , e as palavras
ficam presas numa refracção de instantes ,
Quando a tua voz me chama de dentro de
mim e me faz responder-te uma coisa simples  . . .

Como dizer que a tua ausência me dói.



Nuno Júdice

Friday, January 20, 2012

alfazema






















Obrigado por todos os sonhos impossíveis ,
E pelas notas de amor que o violino não vibra !
Obrigado por esta solidão que me esfarpa e me liberta !
Mas sobretudo obrigado pela lágrima que veio ,
Inesperada , sorrir nos meus olhos !




 Cristovam Pavia

Friday, January 13, 2012

Violetas















Da primeira vez que me assassinaram ,
 perdi um jeito de sorrir que eu tinha   . . .

Depois , de cada vez que me mataram ,
foram levando qualquer coisa minha  . . .


Mário Quintana

Saturday, January 07, 2012

Alfazema






















É   talvez   o   último  dia   da  minha   vida .
Saudei  o   Sol ,   levantando   a   mão   direita ,
Mas   não  o saudei   dizendo-lhe   adeus  .
Fiz   sinal   de   gostar   de   o   ver   antes . . .
mais nada.




Alberto  Caeiro

Monday, January 02, 2012

Violetas






















Não   sou   nada .
Nunca   serei   nada .
Não   posso   querer  ser   nada .
À    parte   isso  ,   tenho   em   mim    todos    os   sonhos   do   mundo .


Alvaro  de   Campos