Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Saturday, June 19, 2010

Violetas .





Põe na mesa a toalha adamascada,
Traz as rosas mais frescas do jardim,
Deita o vinho no copo, corta o pão,
Com a faca de prata e de marfim.

Alguém se veio sentar à tua mesa,
Alguém a quem não vês, mas que pressentes.
Cruza as mãos no regaço, não perguntes ...
Nas perguntas que fazes é que mentes.

Prova depois o vinho, come o pão,
Rasga a palma da mão no caule agudo,
Leva as rosas à fronte, cobre os olhos,
Cumpriste o ritual e sabes tudo.


José Saramago _ Poemas possíveis _

10 comments:

AC said...

Escolha acertada
Paz à alma de José Saramago, para onde quer que ela tenho ido.

Beijo

Lilazdavioleta said...

AC ,
provavelmente , na minha modesta opinião , para onde todas elas vão .
Deus , talvez , não compartimente .

Um beijo ,
Maria

Elaine Barnes said...

Bela homenagem. Deixou uma lacuna,mas, também deixou uma obra a não ser esquecida. Montão de bjs e abraços

Lilá(s) said...

Linda homenagem, completa com a imagem das violetas, são tão simples e encantam-me tanto!
Bjs

Luis Filipe Gomes said...

Os muito pios e bentos e santos não têm infelizmente acesso a este tipo de conhecimento. Chama-se Fé
e não depende da liturgia.

Elaine Barnes said...

Excelente domingo pra você,que seja repleto de boas surpresas. Montão de bjs e abraços

Nilson Barcelli said...

"Cruza as mãos no regaço, não perguntes ...
Nas perguntas que fazes é que mentes."

Quanta verdade...

Bela escolha, não conhecia o poema.

Boa semana, beijos.

Viviana said...

Olá

Venho deixar-lhe um abraço e desejar-lhe uma boa semana

Viviana

~*Rebeca e Jota Cê*~ said...

Chegamos de viagem e venho aqui só pra dizer que esse carinho danado de bom é realmente algo que faz falta.

Beijo imenso, menina linda.


Rebeca


-

Marilu said...

Olá querida, vim visitar seu espaço, pq também sou apaixonada por alfazema e violetas, tenho as duas em meu jardim, e adoro a cor lilás. Teu blog para mim é o paraiso. Tomei a liberdade de segui-lá. Quanto a Saramago, foi-se o homem, fica seu enorme legado para a eternidade. Beijocas (se tiver um tempinho de uma passadinha no Devaneios)