Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Thursday, April 08, 2010

Violetas .



Eu trago-te nas mãos o esquecimento
Das horas más que tens vivido, Amor
!

E para as tuas chagas o unguento
Como que sarei a minha própria dor.

Trago no nome as letras duma flor...
Foi dos meus olhos garços que um pintor
Tirou a luz para pintar o vento...

Dou-te o que tenho ... o astro que dormita ,
O manto dos crepúsculos da tarde ,
O sol que é de oiro , a onda que palpita.

Dou-te , comigo , o mundo que Deus fez
!

Eu sou Aquela de quem tens saudade ,
A princesa do conto ... _ Era uma vez _ ...


Florbela Espanca

6 comments:

Lilá(s) said...

Amiga funcionamos em sincronia!
Bjs

MEU DOCE AMOR said...

Adorei...adoro-a.

E era uma vez...

Um beijinho doce

Beatriz Prestes said...

De encher os olhos e a alma!!!
Era uma vez.....
Quanto sonho há nisso!
Beijo muito carinhoso minha amiga querida
Bea

~*Rebeca e Jota Cê*~ said...

E certos contos sempre terminam em "felizes para sempre". Todas as histórias deveriam ter finais felizes, né?

Maria linda, um beijo imenso.

Adoro você!

Rebeca

-

Néctar da Flor - Rebeca e Jota Cê said...

Assim que assisti esse vídeo, tive vontade de compartilhar com quem gosto aqui nessa blogosfera. Uma menina talentosa desse jeito, só pode ser muito iluminada.

Confira o espetáculo:

http://www.youtube.com/watch?v=518XP8prwZo&feature=player_embedded

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê*~ said...

Maria, demonstrar todas as formas de luzes é saber que podemos sentir a intensidade de todas as coisas.

Jota Cê