Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Friday, December 18, 2009

Alfazema .




Harmonioso vulto que em mim se dilui.
Tu és o poema ,
e és a origem donde ele flui.
Intuito de ter.
Intuito de amor , de amor não compreendido .
Fica assim amor. Fica assim intuito.
Prometido.



Natália Correia

14 comments:

des-encantos said...

...Harmonioso vulto

Lilazdavioleta said...

des - encantos ,

muito obrigada pela visita .

Lilá(s) said...

Olá
Que prazer econtrar-te! identifico-me com o lilás desde criança, era o nome que o meu irmão mais velho adorava chamar-me...voltarei mais vezes, parabéns pelos teus espaços maravilhosos!
Bjs

poematar said...

Disse muito bem; a poesia não se comenta, gosta-se ou não. Os comentários ficam para os doutores. Lembrou mutio bem Natália Correia.Goto. Tudo de bom.

Vieira Calado said...

Venho desejar-lhe

UMA ÓPTIMA QUADRA NATALÍCIA.

Beijinho

Beatriz Prestes said...

Querida!!

Vim deixar um beijo e o desejo de um Natal maravilhoso e um Ano Novo de muitos sonhos realizados, muito amor, muita felicidade!!
Que seja um ano de união, saúde e as bençãos de Jesus!
Bea

Lilazdavioleta said...

Vieira Calado ,
muito obrigada , e o mesmo para si .


Um beijo

Lilazdavioleta said...

Beatriz ,

muito obrigada e o dobro , pelo menos , para a Beatriz .

Beijo grande,

Maria

Elaine Barnes said...

O poema é lindo! Como se tivesse nascido da manjedoura do coração do poeta.Feliz Natal , cheio de paz, amor e alegria junto dos seus . bjão

O Profeta said...

Um formoso menino estava mesmo alí
Tocou de leve o lado esquerdo do meu peito
Olhou-me com um luminoso sorriso
Deixou-me sem fala, sem jeito

Deixou-me no apagar de uma vela
Olhei novamente o mar
A calmaria voltou como por encanto
Mil criaturas inundaram-me o olhar

Golfinhos felizes assobiaram
A cria de uma baleia acenou-me
Uma andorinha do mar poisou no parapeito da janela
Uma maravilhosa e antiga história sussurou-me

As estrelas brilharam no celeste
A Lua estendeu seu manto de fino lusr nesta cena
Adormeci na imensidão deste mundo
No embalo de...Uma Noite Serena...


Uma noite serena

Um mágico Natal

Um terno beijo

Nilson Barcelli said...

Querida amiga, fizeste duas excelentes escolhas. A foto e o poema.
Um Feliz Natal para ti, querida Lilás.

Lilazdavioleta said...

Elaine ,

obrigada , e que todos estes votos se distribuam por todos os dias do ano .

Um beijo

Lilazdavioleta said...

Olá Profeta ,

com tão bela visão quem não dormiria serenamente .

Saudade da tua ilha .

Um beijo com ternura para ti , também

Lilazdavioleta said...

Querido Nilson ,


muito obrigada .

Um beijo carinhoso