Olho por olho , e o mundo ficará cego .











Mahatma Gandhi








Saber


Vi _Ver .



Thursday, December 29, 2011

Violetas






















Que  
 este  Novo   Ano  seja  portador
do   que   considerem    o    melhor   !

Monday, December 26, 2011

Alfazemas















Vou
dormir  sem outra intenção
além de calar
este cheiro de cânfora  noturno
da   alma . . .


Katia Sebastiani

Tuesday, December 20, 2011

Violetas
























Para   Todos !

Friday, December 16, 2011

Alfazema

















Um pouco mais de sol , eu era brasa ,
Um pouco mais de azul , eu era além.
Para atingir , faltou-me um golpe de asa …
Se ao menos eu permanecesse aquém …
/
De tudo houve um começo … e tudo errou …
Ai a dor de ser , quase , dor sem fim …
Eu falhei-me entre os mais , falhei em mim  ...
Asa que se elançou mas não voou …

Momentos de alma que , desbaratei …
Templos aonde nunca pus um altar …
Rios que perdi sem os levar ao mar …
Ânsias que foram mas que não fixei …

Se me vagueio , encontro só indícios …
Ogivas para o sol , vejo-as cerradas .
E mãos de herói , sem fé , acobardadas ,
Puseram grades sobre os precipícios …

Num ímpeto difuso de quebranto ,
Tudo encetei e nada possuí …
Hoje , de mim , só resta o desencanto
Das coisas que beijei mas não vivi …


Um pouco mais de sol , e fora brasa ,
Um pouco mais de azul , e fora além .
Para atingir faltou-me um golpe de asa …
Se ao menos eu permanecesse aquém …




Mário  de  Sá  Carneiro

Friday, December 09, 2011

Violetas


















Um  bom  poema . . .   . . .  é  aquele   que   nos dá  a   impressão   que está  lendo  a  gente  . . .  
não    a  gente  a  ele  !



Mário  Quintana

Friday, December 02, 2011

Alfazema






















Noite  fora ,  noite  fora .
Acordaremos ,  já  sei  ,  transparentes  e  sábios ,
do   outro  lado  da  criação   do   mundo . . .
Uma   mão  presa  à  luz   outra   nas   trevas ,
um   só   tronco   de  chamas ,   uma   asa   .




António  Franco   Alexandre